Início das adaptações

Olá pessoal!

A finalidade desse blog é relacionar as adaptações cinematográficas com a identidade e cultura contemporânea.  Nos últimos anos foi possível ver como diversas histórias infantis foram adaptadas para o cinema (adaptadas mais uma vez, porque na verdade os próprios contos já são adaptações, como veremos em seguida) de forma a se tornarem mais “adultas”. A Branca de Neve, que antes cantava e dançava com os passarinhos agora luta, a Rapunzel agora tem um cabelo com poderes mágicos (Enrolados), enfim, pare um momento para pensar nas adaptações que recentemente saíram no cinema… São muitas, por isso resolvemos analisar e relacionar essas mudanças com a cultura atual.

enrolados-disney-rapunzel-tangled-wall    279988_Papel-de-Parede-Personagens-de-A-Branca-de-Neve-e-o-Cacador_1440x9001

Parece, para mim, que os contos de fadas sofreram um verdadeiro telefone-sem-fio cultural, pois foi a partir das mudanças culturais sofridas no decorrer do tempo que fizeram deles o que são hoje. Os originais eram extremos e nada politicamente corretos, o que com os olhos de hoje nos faz pensar “por que contavam isso para as crianças???” Bom, basta analisarmos o contexto da época (e também levarmos em conta que eles não tinham todo o conhecimento de psicologia infantil como temos hoje).

O que conhecemos hoje como contos de fada eram contos populares de pequenos vilarejos medievais na França e na Alemanha, que serviam para educar crianças – daí a famosa moral da história que podemos tirar de todos os contos, como não falar com estranhos, etc –  e também para entreter adultos. Só a partir dos Irmãos Grimm que os contos começaram a ser considerados infantis, reunidos sob o nome de Contos de fadas para crianças, embora ainda assim apresentassem partes extremas e violentas, já que as crianças corriam naquela época alguns riscos que não temos hoje, como serem devoradas por um lobo.

                                                     little-red-riding-hood

Depois veio a Disney e adaptou mais uma vez essas histórias, que se consolidaram da forma como conhecemos hoje, educativas, moralistas e com um final feliz. O primeiro filme lançado pela Disney, nesse sentido, foi A Branca de Neve e os Sete Anões, em 1937, e 75 anos depois lançaram outra versão, agora mais atual, com uma visão totalmente diferente que será analisada em futuras postagens.

A partir de cada momento histórico, de cada sociedade e cultura, os contos foram adaptados, o que acontece até hoje. É isso que analisaremos aqui! Essa postagem foi apenas uma introdução para tudo que vier pela frente…

Para os que tiverem curiosidade sobre a versão original de alguns contos, recomendo esse link 😀

Anúncios