João e Maria: Caçadores de Bruxas

Definitivamente a história de João e Maria criada pelos irmãos Grimm se tornou um dos filmes com mais adaptações ao cinema, já que o filme faz parte de uma onda de filmes que vem sendo produzidos com um viés diferente de sua história original, como a reedição da “Branca de neve e os sete anões” em “espelho, espelho meu” que você pode conferir também neste blog.

A história original de João e Maria caracteriza os irmãos como crianças muito boas e amigos dos pássaros que estariam levando o almoço do seu pai, e que para não se perderem, jogavam pequenas pedras ao chão.Entretanto distraídos por uma borboleta se perderam e acabaram encontrando uma casa feita de doces, só que esta era habitada por uma bruxa, que os aprisionaram e esperava comer João quando ficasse bem gordinho.Com a esperteza de Maria, conseguiram sair a salvos e aprisionando a bruxa.Ao sair da casa de doces, encontraram seus pais guiados pelo pássaro amigo.

Image

A história que se passa no filme, tem praticamente nada a ver com essa citada acima.O filme só utiliza a história dos irmãos Grimm no começo do filme, mostrando-os pequenos e depois já pula para a fase adulta deles.Certamente João e Maria não possuem a bondade característica da história original em que era marcada pela inocência, no filme, eles são bons por matarem bruxas, por mais que as bruxas sequestravam crianças, o conceito de bom claramente muda, a inocência dá espaço a competência e justiça e o filme desloca do público infantil para o adulto. Porém, não só por isso, o filme também é recheado de bastante ação, armas e bastante sangue, o que se encontra atrelado as características dos filmes hollywoodianos de ação, em que os movimentos são precisos, as situações dramáticas e “tudo” se resolve no último momento que sempre é de pura adrenalina.

A característica de seres inanimados como o pássaro na versão original é colocada em desuso, por mais que o filme seja ficção científica, esse estilo de filme visa extrapolar a realidade a partir de situações e fato reais; ate mesmo a existência das bruxas é uma extrapolação já que na Idade Média, “existiam” bruxas, e o filme se encaixa bem em um “ambiente medieval”, que também é típico dos romances contemporâneos desde de os livros de J.K.Tolkein até as “Crônicas de Nárnia” e entre outras existentes

Ambas histórias não tem como ser considerada as mesmas porque são para um público e de uma época diferente, o que resulta em valores distintos a serem apresentados.O filme também possui seu sucesso em atores com beleza e biotipo padrão para os dias atuais e assim se encaixam nos papéis de heróis humanizados a que foram propostos.

Image

Anúncios