INTOCÁVEIS

O filme, dirigido por Eric Toledano e Olivier Nakache, foi produzido em 2011. Baseado na história real de “O Segundo Suspiro”, livro que inspirou o filme, “Intocáveis” conta uma história de superação, positivismo, humildade e amizade. Na trama, um rico aristocrata francês após sofrer um acidente fica tetraplégico. A partir de então passa a necessitar de cuidados especiais e ter sempre alguém por perto para auxiliá-lo em praticamente todas as suas atividades.

Philippe (François Cluzet), o rico aristocrata tetraplégico, está à procura de um cuidador para ele, porém ele não aceita qualquer um e não quer saber quem é mais qualificado para o cargo. É quando aparece Driss (Omar Sy), um rapaz da periferia parisiense e sem qualquer capacitação para ser cuidador de um portador de necessidades especiais. Entretanto, o jeito ousado, despreocupado e principalmente por não olhar e tratar de Philippe com dó Driss conquista Philippe e é contratado.

Imagem

Logo se cria uma forte amizade, onde o desfavorecido Driss agita e alegra a vida antes monótona de Philippe e, este, ajuda Driss com seus problemas, principalmente socioeconômicos.

Imagem Imagem

O filme trata amizade como igualdade, onde o dinheiro não é fator relevante para se interessar ou para se aproximar de alguém. O decorrer da história contraria diversos clichês da sociedade, ao mostrar, principalmente, que todos têm seus problemas e nem por isso é mostrada piedade de ambas as partes (Philippe e Driss). A amizade basta, por ser boa e suficiente.

A adaptação, do livro (história real) para o filme, consegue retratar perfeitamente todas as dificuldades, as fraquezas e as alegrias do ser humano. Esteja ele em qualquer âmbito social ou político.

Anúncios