A fantástica fábrica de chocolate

Os filmes “A fantástica fabrica de chocolate”, o primeiro lançado em 1971 e o segundo lançado em 2005, foram adaptações do livro “Charlie and the Chocolate Factoryescrito por Roald Dahl. Um livro infantil que sofreu mudanças ligadas à cultura da época em que cada filme foi lançado.

Sua historia original fala de um menino pobre que mora com os pais e os avós perto da fábrica de chocolate da Wonka. Seu avô trabalhou lá por muitos anos, até que todos os funcionários foram demitidos e a fábrica fechou as portas. Ninguém sabia quem trabalhava na fábrica e como que ela estava, até que um belo dia o senhor Wonka lança um concurso, no qual existem cinco bilhetes premiados dentro de cinco diferentes barras de chocolate espalhadas pelo mundo, as cinco crianças que acharem os bilhetes vão ganhar o direito de conhecer a fábrica por dentro durante um dia inteiro acompanhada dos seus pais. Assim Charlie é um dos vencedores e escolhe seu avô para acompanha-lo.

Dentro da fábrica a aventura começa, em cada sala que eles passam uma criança é removida, pois mexe onde não deveria, o último a sobreviver é o Charlie que passa a ideia de um menino comportado. Os trabalhadores dessa fantástica fábrica são os Oompa Loompas que vieram da Loopalândia. Assim, como Charlie foi o vencedor se comportando bem e não mexendo em nada que não deveria ele ganha a fábrica e acaba sendo o novo diretor, pois o Wonka vai se aposentar.

primeira

O primeiro filme lançado em 1971 sofreu algumas adaptações para se tornar mais maduro, fugindo um pouco do infantil, assim não só as crianças iriam gostar, como também os adultos, mudando a identidade do livro que era voltado mais para as crianças. Nesse filme a figura paterna não existe, Charlie vive com sua mãe e seus avós. No final do filme Charlie ganha a competição, igual no livro, porém precisa desvendar um problema moral, coisa que no livro não existe. Essa mudança ocorre pela cultura, onde em todo os filmes o personagem principal é deparado com um problema para solucionar, deixando um ar de suspense.

3-1

O segundo filme lançado foi dirigido por Tim Burton sendo mais fiel à narrativa da história do que o primeiro, as suas mudanças ocorreram no cenário e nos efeitos, deixando o filme mais moderno. Tim Burton é conhecido no ramo cinematográfico por inovações no visual do filme, chegando até a ser um pouco extravagante. Com A fantástica fábrica de chocolate não seria diferente, seu cenário ficou mais surreal, com um visual moderno e todo diferente. Esse novo visual que Tim Burton deu para o filme chamou a atenção do público de várias idades, na época em que foi lançado o filme a população queria ver algo diferente, a cultura que estávamos vivendo pedia uma coisa inovadora na história infantil , se fosse igual a primeira não faria tanto sucesso.

5

Podemos ver que um filme pode se adaptar sem que mude seu roteiro, pois, nessas duas adaptações para o cinema elas mantiveram a história original, menino pobre que consegue entrar na fábrica e por bom comportamento ganha o premio. O que esses filmes fizeram foi mudar algo para se encaixar na nova cultura que estavam vivendo, mudando o cenário, adicionando problemas, coisas mínimas que já fazem toda a diferença para os telespectadores.

Anúncios